Inflação para famílias com renda mais baixa fica em 0,12% em agosto

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que mede a variação da cesta de consumo de famílias com renda até cinco salários mínimos, registrou inflação de 0,12% em agosto deste ano. A taxa é superior ao INPC de julho deste ano (0,10%) e de agosto do ano passado, quando não registrou variação.

Com o resultado, o indicador acumula taxas de inflação de 2,68% no ano e de 3,28% em 12 meses. Em agosto e no acumulado do ano, o INPC registrou inflações mais altas do que o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), que mede a inflação oficial, e que teve índices de 0,11% no ano e de 2,54% no ano.

No acumulado de 12 meses, o INPC ficou abaixo do IPCA, que acumula inflação de 3,43% no período.

Segundo o INPC, os produtos alimentícios tiveram deflação (queda de preços) de 0,49% em agosto, enquanto os não alimentícios registraram inflação de 0,39% no período.

Edição: Graça Adjuto

Por Vitor Abdala – Repórter da Agência Brasil

0

Start typing and press Enter to search

Comunicado

Comunicamos aos nossos clientes e parceiros que a partir de Agosto de 2020 o atendimento presencial em Jundiaí se dará no seu novo endereço:

Rua Tenente Ary Aps, 199, Vianelo CEP 13.207-110.

 

Em virtude do COVID-19 e em respeito aos normativos das autoridades, estamos seguindo os protocolos sanitários, sendo obrigatório o uso de máscaras em nosso estabelecimento.

 

Equipe Vitiello Contábil (Consultec/Independência)