Incerteza da Economia atinge menor nível desde fevereiro de 2018

O Indicador de Incerteza da Economia (IIE-Br) da Fundação Getulio Vargas recuou 10,7 pontos entre junho e julho de 2019, ao passar de 119,1 pontos para 108,4 pontos, o menor nível desde fevereiro de 2018 (104,3 pts).

“Embora não se disponha de evidência empírica irrefutável, a redução da incerteza econômica em julho parece estar relacionada com a aprovação do texto da Reforma da Previdência em primeiro turno na Câmara e a subsequente divulgação de novos itens da agenda econômica. No front externo, o aumento da probabilidade de uma redução de juros nos EUA também contribuiu para um ambiente menos incerto. Apesar do retorno do IIE-Br à região de incerteza moderadamente elevada, deve-se ressaltar que este indicador não vem apresentando um comportamento muito estável nos últimos anos“, afirma Aloisio Campelo Jr, Superintendente de Estatísticas Públicas da FGV IBRE

O recuo do IIE-Br foi influenciado por todos os seus componentes. O componente de Mídia, recuou 9,2 pontos entre junho e julho de 2019, contribuindo com -8,1 pontos para o resultado agregado. O componente de Expectativa também registrou queda no valor de 12,1 pontos no mesmo período, contribuindo com -2,6 pontos para o comportamento final do indicador.

Acesse o press release

Por Portal IBRE FGV

0

Start typing and press Enter to search

Comunicado

Comunicamos aos nossos clientes e parceiros que a partir de Agosto de 2020 o atendimento presencial em Jundiaí se dará no seu novo endereço:

Rua Tenente Ary Aps, 199, Vianelo CEP 13.207-110.

 

Em virtude do COVID-19 e em respeito aos normativos das autoridades, estamos seguindo os protocolos sanitários, sendo obrigatório o uso de máscaras em nosso estabelecimento.

 

Equipe Vitiello Contábil (Consultec/Independência)