Auxílio Emergencial: Atenção a possível prorrogação do benefício

Os membros da equipe econômica reconheceram que o governo já está estudando a extensão do auxílio emergencial de R$ 600 pagos a trabalhadores informais além dos três meses originalmente planejados. Para esse fim, existem dois caminhos. Uma é estender os benefícios por dois a dois meses. A outra é criar um plano de renda básica a ser implementado após o pico da pandemia.

Na terça-feira, o Ministério da Economia negou que medidas como o auxílio emergencial “tenham vindo para ficar” o que havia sido admitido por Carlos da Costa, secretário especial de produtividade, emprego e competitividade. No entanto, fontes do governo admitem que o portfólio está sob pressão para expandir o benefício e torná-lo permanente.

Se o pagamento de 600 reais for prorrogado por mais um ou dois meses, o motivo é que existe um alto grau de incerteza sobre quando a atividade econômica voltará ao normal. A possibilidade de gerar renda básica após o auge da pandemia ainda não foi acordada pelo Ministério da Economia.

O que é o Auxílio Emergencial

O Auxílio Emergencial é um benefício financeiro destinado aos trabalhadores informaismicroempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregados, e tem por objetivo fornecer proteção emergencial no período de enfrentamento à crise causada pela pandemia do Coronavírus – COVID 19.

O benefício no valor de R$ 600,00 será pago por três meses, para até duas pessoas da mesma família.

Para as famílias em que a mulher seja a única responsável pelas despesas da casa, o valor pago mensalmente será de R$1.200,00.

Quem estava no Cadastro Único até o dia 20/03, e que atenda as regras do Programa, receberá sem precisar se cadastrar no site da CAIXA.

Quem recebe Bolsa Família poderá receber o Auxílio Emergencial, desde que seja mais vantajoso. Neste período o Bolsa Família ficará suspenso.

As pessoas que não estavam no Cadastro Único até 20/03, mas que têm direito ao auxílio poderão se cadastrar no site auxilio.caixa.gov.br ou pelo APP CAIXA|Auxílio Emergencial.

Depois de fazer o cadastro, a pessoa pode acompanhar se vai receber o auxílio emergencial, consultando no próprio site ou APP.

Fonte: Jornal Contábil .

Auxílio Emergencial: Atenção a possível prorrogação do benefício

Os membros da equipe econômica reconheceram que o governo já está estudando a extensão do auxílio emergencial de R$ 600 pagos a trabalhadores informais além dos três meses originalmente planejados. Para esse fim, existem dois caminhos. Uma é estender os benefícios por dois a dois meses. A outra é criar um plano de renda básica a ser implementado após o pico da pandemia.

Na terça-feira, o Ministério da Economia negou que medidas como o auxílio emergencial “tenham vindo para ficar” o que havia sido admitido por Carlos da Costa, secretário especial de produtividade, emprego e competitividade. No entanto, fontes do governo admitem que o portfólio está sob pressão para expandir o benefício e torná-lo permanente.

Se o pagamento de 600 reais for prorrogado por mais um ou dois meses, o motivo é que existe um alto grau de incerteza sobre quando a atividade econômica voltará ao normal. A possibilidade de gerar renda básica após o auge da pandemia ainda não foi acordada pelo Ministério da Economia.

O que é o Auxílio Emergencial

O Auxílio Emergencial é um benefício financeiro destinado aos trabalhadores informaismicroempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregados, e tem por objetivo fornecer proteção emergencial no período de enfrentamento à crise causada pela pandemia do Coronavírus – COVID 19.

O benefício no valor de R$ 600,00 será pago por três meses, para até duas pessoas da mesma família.

Para as famílias em que a mulher seja a única responsável pelas despesas da casa, o valor pago mensalmente será de R$1.200,00.

Quem estava no Cadastro Único até o dia 20/03, e que atenda as regras do Programa, receberá sem precisar se cadastrar no site da CAIXA.

Quem recebe Bolsa Família poderá receber o Auxílio Emergencial, desde que seja mais vantajoso. Neste período o Bolsa Família ficará suspenso.

As pessoas que não estavam no Cadastro Único até 20/03, mas que têm direito ao auxílio poderão se cadastrar no site auxilio.caixa.gov.br ou pelo APP CAIXA|Auxílio Emergencial.

Depois de fazer o cadastro, a pessoa pode acompanhar se vai receber o auxílio emergencial, consultando no próprio site ou APP.

Fonte: Jornal Contábil .

0

Start typing and press Enter to search

Comunicado

Comunicamos aos nossos clientes e parceiros que a partir de Agosto de 2020 o atendimento presencial em Jundiaí se dará no seu novo endereço:

Rua Tenente Ary Aps, 199, Vianelo CEP 13.207-110.

 

Em virtude do COVID-19 e em respeito aos normativos das autoridades, estamos seguindo os protocolos sanitários, sendo obrigatório o uso de máscaras em nosso estabelecimento.

 

Equipe Vitiello Contábil (Consultec/Independência)