Comissões discutem na quinta impacto econômico do sistema eSocial

O sistema permite a substituição gradativa de 15 obrigações legais que atualmente são obrigatórias para as empresas

O impacto do sistema eSocial na economia brasileira será tema de debate das comissões de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços; e de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados nesta quinta-feira (9). O eSocial é um sistema de prestação de informações ao governo que facilita o registro e pagamento de benefícios trabalhistas e previdenciários a trabalhadores.

O sistema permite a substituição gradativa de 15 obrigações legais que atualmente são obrigatórias para as empresas, além de também ser utilizado para o pagamento de benefícios aos trabalhadores domésticos.

Autores do pedido de audiência, os deputados Alexis Fonteyne (Novo-SP), Emanuel Pinheiro (PTB-MT), e Paulo Ganime (Novo-RJ), avaliam que o sistema criado para simplificar acabou dificultando alguns processos. Segundo eles, o número de informações solicitadas e a complexidade do sistema têm gerado inúmeras dúvidas aos cidadãos.

Participarão do debate o Subsecretário Geral da Receita Federal, João Paulo Fachada; o assessor de Cooperação e Integração Fiscal da Receita Federal, Altemir Linhares de Melo; o presidente da União Nacional de Entidades do Comércio e Serviços, George Pinheiro; e a presidente da Federação Nacional das Trabalhadoras Domésticas, Luiza Batista Pereira.

A reunião está marcada para as 9h30, no plenário 5.

Da Redação – CS

Por Agência Câmara Notícias

0

Start typing and press Enter to search

Comunicado

Comunicamos aos nossos clientes e parceiros que a partir de Agosto de 2020 o atendimento presencial em Jundiaí se dará no seu novo endereço:

Rua Tenente Ary Aps, 199, Vianelo CEP 13.207-110.

 

Em virtude do COVID-19 e em respeito aos normativos das autoridades, estamos seguindo os protocolos sanitários, sendo obrigatório o uso de máscaras em nosso estabelecimento.

 

Equipe Vitiello Contábil (Consultec/Independência)